galpão.jpg

 

festival sexta no galpão l música

2022

música

Bruno Sanches

conversa com

Ivan Vilela

         

​ 30 | agosto | 2022

ivan.jpg
bruno.jpg
capa.png

o programa

 

o festival sexta no galpão tem como objetivo abordar temas relativos à cultura, arte, cidades e os modos de ser e viver na contemporaneidade, promovendo o encontro entre especialistas de determinadas áreas do conhecimento para debaterem entre si e com o público.

No ano de 2022 serão realizados 08 encontros digitais e gratuitos com o tema: 

DIÁLOGOS CONTEMPORÂNEOS NO INTERIOR PAULISTA: 

INTERFACE TERRITORIAL DA CULTURA 

No primeiro semestre contamos com 4 conversas, passando por acessibilidade, psicologia, arquitetura e literatura. Neste semestre teremos mais 4 encontros, todos realizados na última terça-feira do mês. Este é o nosso 5˚ encontro.

o que vamos conversar?

Quando falamos em viola, o imaginário popular logo pensa nas duplas caipiras, no entanto, a viola é muito anterior ao seguimento musical sertanejo e até mesmo ao descobrimento do Brasil. Ao falarmos em viola devemos considerar um instrumento amplo e universal, pois atualmente ele é  utilizado em diversos gêneros musicais, entre músicos eruditos e populares, bem como tem sido objeto de estudo não apenas de músicos, mas de historiadores, sociólogos e antropólogos. E para desvendar esse instrumento cultural de formação dos territórios do interior profundo, convidamos Bruno Sanches e Ivan Vilela.

os convidados

Bruno é mestre em etnomusicologia e bacharel em música pela USP e busca conhecer a alma brasileira através da música e das manifestações culturais populares. Venceu o 5º Prêmio MIMO Instrumental, foi listado entre os melhores instrumentistas de 2019 pelo site “Melhores da Música Brasileira”,  com seu primeiro álbum solo “Do Barroco às Barrancas do Rio”. Tem circulado em espaços musicais de grande relevância, como Festival de Campos do Jordão, Festival Viola da Terra, Festival de Arte Vale do Paraíba, Circuito SESI, Rádio Cultura, entre outros.

Ivan é doutor em Psicologia Social pela USP, Mestre e graduado em Composição Musical pela UNICAMP. Leciona pela USP. Suas pesquisas estão voltadas ao universo da Cultura Popular e da Música Popular Brasileira. Possui intensa atividade como instrumentista, compositor e arranjador atuando como solista e junto a grupos e orquestras. Indicado a prêmios voltados à Cultura e à Música Brasileira como Prêmio IBAC (Instituto Brasileiro de Arte e Cultura), Interações Estéticas – FUNARTE, Prêmio Rival BR de Música Popular Brasileira, Prêmio Sharp, Prêmio da Música Brasileira, Prêmio Movimento, Medalha Carlos Gomes da Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo e Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte). Autor do livro "Cantando a Própria História - Música Caipira e Enraizamento" (2013), lançado pela EDUSP na Feira Internacional do Livro em Frankfurt - Alemanha. Possui 19 discos gravados, tendo realizado concertos e conferências em todo o Brasil e na Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Itália e Portugal.

data

30 de agosto 2022

programação

conversa aberta online das 19h00 às 21h00

investimento

acesso gratuito

local 

YouTube da Escola Aberta no Galpão (clique para acessar)

público alvo 

profissionais, professores e estudantes de todas as áreas. 

informações

instagram @escolaabertanogalpao

realização

Escola Aberta no Galpão

organização e curadoria

Edda Provana

produção gráfica

Leandro Mendes

aquarela

Roberto Bertoncini